domingo, 24 de março de 2013

24 de março de 1984, uma detenção - Clube dos Cinco



Exatamente há 29 anos, um grupo de adolescentes acabou ficando de detenção numa manhã de sábado, 24 de março de 1984. Um grupo heterogêneo de personalidades distintas e emocionalmente desestruturados, ao mesmo tempo, tornam-se homogênio na representatividade das dúvidas, medos, preocupações e esperanças dos adolescentes. Naquela manhã de sábado, Mr. Richard Vernon solicita aos adolescentes que escrevam um texto de 1.000 palavras, no qual cada um deveria escreve "quem você pensa que é" num período de oito horas e 54 minutos. Brian, o estereotipado nerd e virgem, inicia sua redação da seguinte forma:

“Caro Sr. Vernon, aceitamos ficar um sábado inteiro na detenção por causa do que fizemos de errado se é que o que fizemos foi errado, mas acho que você está louco para nos fazer escrever este texto dizendo-lhe o que pensamos de nós mesmos. O senhor nem se importa. Você nos enxerga como você deseja nos enxergar. Em termos mais simples e com definições mais convenientes. Você nos enxerga como um cérebro, um atleta, um caso perdido, uma princesa e um criminoso. Correto? Essa é a maneira que nós víamos, às sete horas desta manhã. Passamos por uma lavagem cerebral.”

Durante a detenção os adolescentes, num primeiro momento reproduzem a ordem escolar de convivência segregadora e elitista, temos o cérebro (Brian Johnson), um atleta (Andrew Clark), um caso perdido (Allison Reynolds), uma princesa (Claire Standish) e um criminoso (John Bender). Suas opiniões sobre o outro são preconceituosas e estereotipadas, mas oito horas presos numa biblioteca é tempo mais que suficiente para se confrontarem e, veem que seus problemas não são tão diferentes assim. Suas relações com seus pais e a preocupação de não cometerem os mesmos erros que eles povoam os diálogos,
A chave de toda a história é o momento em que estando em círculo falam os motivos de estarem ali na naquela manhã de sábado, é nesse momento que se veem de fato como são, sem máscaras. Quando a detenção acabar voltarão a seus problemas, mas a indagação é: essa amizade continuará na segunda-feira? Cumprimentaram-se nos corredores?
Brian é escolhido por todos para continuar a escrever a redação, a mesma toma outras proporções fugindo ao proposto por Mr. Vernon, sendo esta a redação final:
“Caro Sr. Vernon, aceitamos ficar um sábado inteiro na detenção, pelo o que nós fizemos de errado, mas achamos uma besteira o senhor mandar agente escrever, um texto sobre nós mesmos. Você nos enxerga como você deseja nos enxergar. Em termos mais simples e com as definições mais convenientes.
Mas o que descobrimos é que cada um de nós é, um cérebro, um atleta, um caso perdidouma princesa e um criminosoIsso responde a sua pergunta? Atenciosamente, Clube dos Cinco.”
As duas redações se diferenciam sutilmente, na primeira engessam-se em estereótipos interiorizados e, na segunda se veem como partilhando dos mesmos problemas, medos e esperanças, cada um tem um pouco do outro.
Dirigido e escrito em dois dias por John Hughes, com o título The Breakfast Club.No elenco temos Emilio EstevezPaul GleasonJohn Kapelos , Anthony Michael HallMolly Ringwald e Ally Sheedy. A produção estrelou em 15 de fevereiro de 1985.  Segundo a revista Entertainment Weekly sobre os 50 melhores filmes High School, Clube dos Cinco é o numero um do gênero desbancando Curtindo a Vida a Doidado que aparece na 10ª posição (meu favorito também! rsrs).
A trilha sonora é outra grande atração do filme, "Don't You (Forget About Me)" foi o single primeiro lugar nas paradas de sucesso de 1985 e também é considerado como uma das canções de definem os anos 80. Tanto que foi tema do episódio 15 da 7ª temporada de One Tree Hill sobre os anos 80, e aparecendo nos primeiros episódios de The Carrie Diaries.


Particularmente, merece estar em primeiro. O filme é simplesmente puro e fiel aos conflitos e realidades dos adolescentes. O filme te prende do inicio ao fim, não por nenhum feito espetacular ou a sede americana por movimentação, você na verdade fica preso pelos personagens e seus diálogos que os constroem minuciosamente de forma simples e pura. Não tem como ver esse filme e não associar cada personagem a um amigo (a) dos tempos de colégio, quem não foi ou conheceu um cérebro, um atleta, um caso perdido, uma princesa e um criminoso? Concluído trago a vocês o que para mim é a grande pergunta existencial adolescente do filme: Quem somos e quem queremos ser?
Lembrem-se 24 de março pela manhã começou com uma detenção e terminou como um dos melhores filmes sobre a juventude. Até a próxima!

Por Caio César



Um comentário: